sexta-feira, novembro 27, 2009


“O Prisioneiro” (Minissérie em 6 partes do canal americano AMC)



O antigo seriado inglês homônimo da década de 60 é mais conhecido pela sua fama do que por ter sido realmente visto por alguém no Brasil. Eu realmente não conheço ninguém que o conheça “pessoalmente”. Meu único contato com a série foi através de um gibi lançado pela Editora Globo no final dos anos 80, e que confundia muito mais do que explicava (preciso reler este treco).

Mas eis que os americanos resolveram adaptar a série, como andam fazendo com tudo que é bom e não é americano. E lançaram este reboot (palavra da vez no mundo do entretenimento).

Como não conheço o original, não vou me ater a comparações (até porque não tenho como fazê-las). Só vou dizer que a versão americana deixa a desejar.

Mesmo com uma produção decente, onde se destaca o design da vila e dos arredores desérticos, e mesmo contando com bons atores, onde se destaca o ótimo Ian McKellen, a coisa toda não empolga. Os episódios são extremamente isolados em seus temas (nem parece que as situações acontecem no mesmo lugar e no mesmo tempo). Para ressaltar o clima de mistério, os roteiristas empilharam vários enigmas, deixando tudo propositalmente confuso, como que para dizer que, se está tudo confuso e você não está entendendo nada, então é porque o seriado é inteligente.

A resolução da trama, por outro lado, é deveras simplista e, convenhamos, lembra muito outros tantos filmes de ficção científica cabeçóide, ainda que Jim Caviezel não nos convença como “O Escolhido” da vez. Até porque ele permanece, na minissérie inteira, como o peão do xadrez, nunca tomando as rédeas da situação, mantendo-se resignado até o final boboca.

No meio de tudo isso, boas questões são levantadas. Pena que a análise rasteira e os atropelos joguem tudo por terra... desértica.

Este “O Prisioneiro” realmente decepciona. Sua única vantagem, penso eu, é nos motivar para que procuremos “O Prisioneiro” original.

Postado por Nery Nader Jr às 09:57

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





sexta-feira, novembro 20, 2009


Piada Sem Graça Que Exige Conhecimento Prévio dos Temas Abordados Para Compreensão Plena



- O que falariam os ETzinhos de “Toy Story” ao olharem pra cima, dentro daquela maquininha do Pizza Planet, se eles fossem fãs de Naruto?

- O Gaara! O Gaara!

Postado por Nery Nader Jr às 16:02

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





segunda-feira, novembro 16, 2009


Das Séries (Atuais) Que Ando Acompanhando



- “Flashforward” – está indo bem. Alguns episódios são melhores do que outros, mas no saldão geral a série é bem legal. O lance do futuro, ainda que neste caso não seja bem uma viagem temporal, mas uma visão da coisa e tal, sempre periga cair em paradigmas e paradas afins. Como aliás bem exemplificaram os últimos episódios, que parecem provar que o futuro pode não ser o que foi visto. Vamos ver...

- “V” – um remake, ou melhor, uma reinvenção daquela série oitentista dos ETs que se fingem do bem, mas que são mesmo lagartões do mal. Talvez por conta das minhas boas lembranças da antiga série, me considero um mezzo-fã desta mezzo-franquia. E posso dizer que a nova versão é interessante, invertendo alguns papéis e mudando outros tantos, mas sem perder a essência da coisa toda. Mas ainda falta uma cena de impacto como aquela da antiga série, onde a líder dos visitantes comia um roedorzão.

- “The Big Bang Theory” – uma série que eu consegui acompanhar agora por conta de uma verdadeira maratona pré-3ª temporada. E ela é muito divertida. Sitcom das boas pros nerds do mundo. Às vezes um pouco distorcida ou exagerada, claro, mas sempre engraçada.

Sim, faltam muitas outras. Mas eu chego lá. Algumas já estão em andamento, como “True Blood”, “30 Rock” e “Dexter”. Outras, como “Mad Men” ou “Fringe”, estão na fila das “séries-fundamentais-que-ainda-nem-comecei”. E então, em janeiro, “Lost” volta e manda todo resto pra escanteio.

Postado por Nery Nader Jr às 11:36

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





quinta-feira, novembro 12, 2009


“500 Dias Com Ela” (Marc Webb)



A maioria das comédias românticas sempre me parece chinfrim. E a razão é simples assim: geralmente não me identifico com o amor que elas apresentam.

Identificação, então, parece ser o segredo. Se o amor se parece com aquele que você um dia sentiu, ou ainda sente, então o filme já segue em vias de ganhar o seu coração.

“500 Dias Com Ela” me ganhou fácil. A primeira troca de olhares, os diálogos no elevador, as tentativas frustradas no escritório, o karaokê, o número de dança, a expectativa X realidade... tudo muito similar ao meu jeito de amar. Um jeito nerd, sofrido, bobo e bonito. E sincero, ainda que equivocado.

Os dias, se vão e vêm (mas nem tanto assim), vão e vêm assim talvez porque é assim que eles seguem nos amores da gente também. Relembramos cousas, refazemos outras na nossa mente, lamentamos erros e sorrimos com os acertos de antes do grande erro. É bem assim. E se bem contado, com simpatia, dedicação, capricho e uma ou outra piração, tanto melhor. E se os atores abraçam a causa e se fazem amantes com jeito de gente que ama de verdade, perfeito. Porque assim, a identificação com o amor exibido faz nascer o amor verdadeiro... por um filme assim.

P.S.- Mais resenhas só de cinema no meu blog só de cinema (fase beta). Apareça!

Postado por Nery Nader Jr às 15:08

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader




O MegaZona É Um Blog Feito À Quatro Mãos Por Nego Lee & William Wilson E O Melhor Site De 2005 Segundo Fernanda Takai (Pato Fu)!

Nosso Arquivo: Março 2004 · Abril 2004 · Maio 2004 · Junho 2004 · Julho 2004 · Agosto 2004 · Setembro 2004 · Outubro 2004 · Novembro 2004 · Dezembro 2004 · Janeiro 2005 · Fevereiro 2005 · Março 2005 · Abril 2005 · Maio 2005 · Junho 2005 · Julho 2005 · Agosto 2005 · Setembro 2005 · Outubro 2005 · Novembro 2005 · Dezembro 2005 · Janeiro 2006 · Fevereiro 2006 · Março 2006 · Abril 2006 · Maio 2006 · Junho 2006 · Julho 2006 · Agosto 2006 · Setembro 2006 · Outubro 2006 · Novembro 2006 · Dezembro 2006 · Janeiro 2007 · Fevereiro 2007 · Março 2007 · Abril 2007 · Maio 2007 · Junho 2007 · Julho 2007 · Agosto 2007 · Setembro 2007 · Outubro 2007 · Novembro 2007 · Dezembro 2007 · Fevereiro 2008 · Março 2008 · Abril 2008 · Maio 2008 · Junho 2008 · Julho 2008 · Agosto 2008 · Setembro 2008 · Outubro 2008 · Novembro 2008 · Dezembro 2008 · Janeiro 2009 · Fevereiro 2009 · Março 2009 · Abril 2009 · Maio 2009 · Junho 2009 · Julho 2009 · Agosto 2009 · Setembro 2009 · Outubro 2009 · Novembro 2009 · Dezembro 2009 · Janeiro 2010 · Fevereiro 2010 · Março 2010 · Abril 2010 · Maio 2010 · Setembro 2010 · Dezembro 2010 · Abril 2011 · Maio 2011 · Junho 2011 · Julho 2011 · Agosto 2011 · Setembro 2011 · Outubro 2011 · Março 2012 · Junho 2012 · Julho 2012 · Agosto 2012 · Setembro 2012 · Outubro 2012 · Novembro 2012 · Dezembro 2012 · Janeiro 2013 · Fevereiro 2013 · Março 2013 · Abril 2013 · Fevereiro 2014 ·

Nosso Twitter: @MegaZona

Ou Siga-nos Individualmente:

Follow @NeryJr

Follow @negolee

Nossos Blogs Favoritos: Meditabundas · Blog Da Corporação Fantástica · Liga Dos Blogues Cinematográficos + 665 - O Vizinho Da Besta · Ação E Divagação · Além Do Ponto · Anna Maron · Batata Quente · Catarro Verde · Cláudio Bettega Em Cena · Copy & Paste · De Língua · Epílogo · Filmes Do Chico · Fundo Da Banheira · Ilha De Siris · Insanidade Total · Mau Humor · Meninas De 30 · Nêga Do Leite · No Passeio · O Carapuceiro · O Negativo Queimado · Pensar Enlouquece, Pense Nisso · Perolada · Sad Fucking Song · Salón Comedor · Tá, E Daí · Trash · TudoJuntoMesmo · Uma Dama Não Comenta · Vai Trabalhar, Vagabundo