sexta-feira, outubro 29, 2004


Alô? Teste... 1, 2, 3...

Postado por Nery Nader Jr às 16:09

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





Por Uma Letra



Que beatificação não vira bestificação. Que colo não vira solo. Que genital não vira genial. Que nexo não vira sexo. Que ético não vira cético. Que virgem não vira viagem. Que dedução não vira redução. Que abestalhado não vira afrescalhado. Ops. Essa não deu certo. Que "clean" não vira "clear". Que morte não vira sorte. Que fardo não vira fado. Que cor não vira dor.

Que mais?

Postado por Nego Lee às 10:52

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





Ô: eleição e/ou feriadão?

Postado por Nego Lee às 10:49

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





Letras De Música Que Eu Posto No Meu Blog (Mesmo Sabendo Que Ninguém Lê Letra De Música Em Blog)



"Take Me Out" (Franz Ferdinand)

So if you're lonely
You know I'm here waiting for you
I'm just a crosshair
I'm just a shot away from you
And if you leave here
You leave me broken, shattered I lie
I'm just a crosshair
I'm just a shot then we can die

I know I won't be leaving here with you

I say don't you know?
You say you don't know
I say take me out

I say you don't show
Don't move, time is slow
I say take me out

I say you don't know
You say you don't go
I say take me out

If I move, this could die
Eyes move, this could die
I want you to take me out

I know I won't be leaving here
I know I won't be leaving here
I know I won't be leaving here
I know I won't be leaving here with you

Postado por Nego Lee às 10:44

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





quinta-feira, outubro 28, 2004


A Poesia Da Minha Vida

Longe, no lounge, lesando eu te vi
Inteira, inerte - e impetuosa até
Ligado, licença, entrelaçado, pedi
Ausente, ali, aumentas minha fé
E então, em tédio, eu me entorpeci
Um dia, ungüento, eu usarei só
Tardio? Talvez (Tensionado por ti)
Eu sei, e ensejo, tua pena sem dó
Alguém, além, anseia por mim?
Meu ser, à mercê, menciono aqui
Ouvi, ou não, que assim me fez pó

Postado por Nego Lee às 12:08

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





quarta-feira, outubro 27, 2004


Oração Do Dia

(...) de cu é rola. (Domínio Popular)

Postado por Nego Lee às 18:14

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





terça-feira, outubro 26, 2004


Banho E Tosa (Cover)



Ontem, como o homem macho e viril que sou, submeti-me ao tradicional ritual semanal de todo homem macho e viril: fazer a barba. Semanal, no meu caso, que sou preguiçoso. Desta feita, rosto em pêlo e espuma nos dedos, foi dada a partida. E feita a cagada. Na ânsia de delinear (ui!) o cavanhaque da melhor maneira (im)possível, pesei a mão e exagerei na dose, deixando o mesmo de dar ânsia. Ficou tipo assim, sabe? Tipo nem 8, nem 80, tampouco 69. Algo como um Luciano Szafir de Neandertal querendo se transformar no quinto d'Os Três Mosqueteiros e acabando como um ator de cinema no papel de amante lat(r)ino. De filme B, pra ser mais exato.

Ou, em outras palavras, feito um barbeiro barbeiro, um verdadeiro Wilkinson com Parkinson, eu fiz bosta mesmo. Joguei merda no barbeador. O Prestobarba não prestou pra nada e o cavanhacão acabou tortão, deformadão. Fiquei com cara de cu. Tão ja-cu que nem o prazer pós-barba da Bozzano azul ajudou a aliviar. Mas como tudo tem um lado bom, talvez essa seja a minha grande chance de ficar famoso e rico. Afinal, ali, daquela pia de granito preto naquela fria manhã de outubro, acho que eu inventei a brazilian wax for men.

Vou levar a idéia pra patente já. Vou mesmo.

Postado por Nego Lee às 15:50

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





segunda-feira, outubro 25, 2004


O Poder Da Realização



Olha o post bacana que eu tinha preparado para hoje...

"Saímos da zona do rebaixamento!!! Saímos da zona do rebaixamento!!! Saímos da zona do rebaixamento!!!"

Mas só faltou uma coisinha para que isso desse certo: sairmos da zona do rebaixamento.

: (

Postado por Nego Lee às 10:14

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





sexta-feira, outubro 22, 2004


Badman



Na última edição nacional de Batman (que eu li), o nosso/meu herói acabou com a Mulher Gato. Não com a raça dela, e sim, com a graça. Ele encerrou a relação recém-nascida - ou, para ser mais exato, recém-vivida - dos/das 2 personagens. O motivo? O medo. Não do que poderia acontecer com ele, mas do que poderia acontecer com ela. O detetive alega/alegou que todos os que vivem sob a asa dele sofrem ao fim, independente do alcance da ligação existente ou do tamanho do sentimento tido ali. Foi assim com Jason, o Robin que morreu malhado sem dó nem piedade pelo Coringa. Foi assim até com Harold, o mudo e ex-(in)fiel faz-tudo da Batcaverna. Seria assim com a moça, logo, segundo o moço, caso deixasse(m).

Não, Bruce. Selina não. Na (minha) verdade, novamente o noturno deu lugar ao soturno e permitiu que a tua incapacidade de conviver com gente vencesse a necessidade que tua vida criou. O temor não é pela felina: é do espelho. Desta vez, morcego, não demonstraste um sentido aguçado; ao contrário, revelaste ser um mamífero quadrúpede, daqueles de orelhas maiores do que a envergadura de tua capa costuma ostentar. Só não te odeio porque te amo. E só não te abandono porque, assim, eu estaria endossando a tua sentença e, conseqüente-mente, sucumbindo tal qual um igual a este mal que julgas ser o pior - ou o melhor - para ti.

Postado por Nego Lee às 14:10

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





Volta pra WWW, WW!

Postado por Nego Lee às 00:41

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





quinta-feira, outubro 21, 2004


Dos Outros

(Da Gi no 7, para ser mais exato.)

Primeira Infância

- Taí, eu fiz tudo pra você gostar de mim...

Ele falava sério, mas frase tão famosa soou ritmada. A menina era gordinha, nada grave, apenas com uma borda recheada. Ela esfregava suas mãos de aparência enrugada. Parecia que havia lavado louça durante o dia que passou. Suava, não pelo momento, mas por um problema em suas glândulas. Ele tinha apenas 12 anos, mas era como se fosse um rapaz sábio e inalcansável ao lado de seus 9 anos. A menina sabia que toda aquela atenção aos tatu-bolas não era desproposital.

O rapazinho pegou na mão onde o suor entrava em mini canaletas:

- Um dia conto todas as sardas que você tem no nariz.

E que nariz arrebitado que ela tinha. Condizia com sua interminável inquietação com tudo que a cercava.

Recolheram juntos os tatu-bolas no cativeiro preparado com terra, água e folhas. Não largaram as mãos em momento algum. Levaram o cativeiro em forma de Doriana a uma sobra. Lá ela sentou-se em cima do vestido com fitas e o rapazinho retirou seu boné para preparar-se para o beijo. Foi como se milhares de tatu-bolas entrassem na boca da menina.

Postado por Nego Lee às 10:26

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





quarta-feira, outubro 20, 2004




Luis Fernando Veríssimo é bom (até quando só desenha).

Postado por Nego Lee às 15:43

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





terça-feira, outubro 19, 2004


Oração Do Dia

"Alguns dizem que o trabalho duro nunca matou ninguém. Mas pergunto: para que arriscar?" (Ronald Reagan)

Postado por Nego Lee às 13:30

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





segunda-feira, outubro 18, 2004


Declaração De Amor



À "Neusa", a minha devoção eterna.

Postado por Nego Lee às 10:08

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





sexta-feira, outubro 15, 2004


Pesquisa



Sei lá porquê/porque/por quê/por que - nunca sei - nós queremos saber: o que você tem feito? Como? Como: o que você tem feito, ué. Mais precisamente, o que você tem visto, ouvido e lido. Por tal (motivo), diga aí/aqui:

1. Qual o seu último filme visto? 2. Qual o seu último disco (!) ouvido? 3. Qual o seu último livro lido?

Vale o que ainda está rolando. Vale mais de um nome pra cada um dos itens. Vale palpitar nas outras respostas. Só não vale deixar de comentar.

Postado por Nego Lee às 09:25

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





quinta-feira, outubro 14, 2004


Crônica De Um Pedido De Tempo Anunciado



Neste post o que eu queria mesmo era falar do maravilhoso novo CD do Arnaldo Baptista e do "Kill Bill 2" que eu ainda nem vi e do "1.602" do Neil Gaiman que eu comprei e ainda não tive tempo de ler e do show dos Los Hermanos que rola nesta sexta-feira e que eu acho que não vou ver porque 40 mangos é uma grana que anda me faltando bastante ultimamente.

Mas estou sem tempo/jeito/inspiração pra falação. Então: tempo. O MegaZona segue, melhor do que nunca, pelas mãos do meu cumpadi Alexandre. Até mais ver.

Postado por Nery Nader Jr às 14:55

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





terça-feira, outubro 12, 2004


Corujão



Em homenagem ao Dia das Crianças, poeminhas* da minha filha Carolina, 8 anos, escritos em 11/08/04. Aplausos, por favor. : )

O jardim

Borboletas sobrevoam minhas flores violetas que
tenho no jardim, tenho margarida, cravo, rosas
e até mesmo jasmim essas flores são para mim!

O meu susto

Um barulho estranho eu ouvi, será um
bicho que tem aqui? Logo, logo disse ai!
aí que aparece meu pai! Ele me matou
de susto, mas queria me assustar! De
tanto susto abri a janela pra ventilar.

Meu jantar

Molho, arroz, macarrão e um pouco de
feijão. Me deu uma louca por que será que
quero fazer sopa? Coloco num prato bem
fundo. Depois unto a forma para o bolo,
será que vai ficar gostoso?

Restaurante

Em um restaurante eu fui e chamei
logo um garçom e disse: quero um
monte de coisas uma panela de feijão,
arroz, bife, alcatra, costelinha, macarrão
sorvete pirulito! Foi só isso que pedi
viu o pouco que eu comi?

Sem título

Coisas amarelas
Sol roupas

Coisas azuis
Céu roupas

Coisas verdes
Grama roupas

Coisas vermelhas
Fogo roupas

* Transcrição feita com as pontuações e espaços (mais ou menos) da maneira que ela fez.

Postado por Nego Lee às 12:01

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





segunda-feira, outubro 11, 2004


Forca



(Dica: é uma frase sobre hoje. Responda você nos comentários agora que depois nos comentários respondo eu.)

Postado por Nego Lee às 13:58

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





sexta-feira, outubro 08, 2004


Cantando



Em 1999, Nick Cave deu uma palestra numa universidade de Viena. O tema? A canção de amor. Duas doses:

"(...) A canção de amor é uma canção triste, o som de sua própria desgraça. Nós todos experimentamos por dentro o que a língua portuguesa chama de 'saudade', que traduz uma inexplicável sensação de desejo por algo ou alguém fora do alcance, um inenarrável e enigmático grito da alma por algo que não teremos. (...)"

"(...) Na maravilhosa 'Perfect Day', do Lou Reed, ele monta uma agenda de eventos que poderia levar a um dia perfeito. (...) Mas é uma parte da letra que se esconde na escuridão do terceiro verso, 'I thought I was someone else, someone good' (Achei que eu fosse outra pessoa, alguém bom), que leva essa canção sentimentalóide à obra-prima da melancolia que ela é."

Mais aqui. Ou aqui.

E um bom feriadão.

Postado por Nego Lee às 17:39

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





quarta-feira, outubro 06, 2004


Quer ser dono de um e-mail grande, bem grande, daqueles que ninguém decora? Então clique aqui.

Postado por Nery Nader Jr às 17:12

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





terça-feira, outubro 05, 2004


"A Supremacia Bourne" (Paul Greengrass)



Filme de ação com história caprichada, bons atores, personagens verossímeis (ainda que quase super-humanos) e seqüências de perseguição e luta absurdamente realistas?

Isso foi "Identidade Bourne", há 2 anos.

"A Supremacia Bourne" vai ainda mais além, ampliando e esmiuçando a história do desmemoriado Jason Bourne e, com isso, humanizando ainda mais o agente secreto programado para matar. De quebra, uma intrincada trama de espionagem se desenrola, gerando ótimas seqüências de ação, como aquela no final do filme, digna de figurar em qualquer antologia de melhor perseguição de carros do cinema.

O mais legal nestes dois filmes é que a gente engole todas façanhas do herói. Isso porque ele realmente parece preparado para fazer todas aquelas mirabolâncias. Não é como o James Bond, que faz o impossível parecer... impossível mesmo. E assim sendo, a gente só engole porque está predisposto a engolir. Com Bourne as proezas são mais coerentes, além de serem filmadas com um realismo maior e contarem com Matt Damon para dar credibilidade ao impossível.

Mas mesmo com boas histórias e bons atores, é sabido que cinema é mais direção que qualquer outra coisa, e é por isso que esses dois filmes funcionam tão bem. No primeiro, tínhamos o independente Doug Liman, de "Swingers" e "Vamos Nessa!" imprimindo ritmo, profundidade e um olhar diferente aos filmes de ação. Agora, a direção ficar por conta de Paul Greengrass, do quase documental "Domingo Sangrento", que mantém a câmera na mão o tempo todo, andando, correndo e tremendo atrás de Bourne. Assim, a ação ganha velocidade, nervosismo e autenticidade. A luz às vezes estoura, a câmera às vezes parece não estar bem focada, o enquadramento às vezes parece não ser o melhor, mas o fato é que tudo isso privilegia o tom de realidade que este gênero estava perdendo ao longo do tempo.

Com Bourne, a ação foge dos dublês presos em cabos de aço e dos coreógrafos de kung fu, karatê, tae-kwon-do, jiu-jitsu e danças de salão. E se aproxima (mais do que você imagina) de quem realmente importa: o espectador.

Postado por Nery Nader Jr às 11:23

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





segunda-feira, outubro 04, 2004


Ei, estou de volta ao lar.

Postado por Nego Lee às 22:45

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





sexta-feira, outubro 01, 2004


Tenha meda, tenha muita meda: decisão judicial tira do ar blog brasileiro.

Postado por Nery Nader Jr às 18:58

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





Sem Palavras



Onde estão vocês, palavras?

Onde estão vocês, que sempre salvam o dia, que escrevem certo por linhas tortas (ou vice-versa), se enfileirando e concatenando tudo que vai se passando do lado de dentro de mim?

Sem vocês eu sou nadinha, sou balbuciar sem sentido, sou olhar perdido, sereno ido.

Mas se você viessem, palavrinhas, o que eu diria, ou o que diriam vocês feitas palavras minhas?

Postado por Nery Nader Jr às 18:10

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





Ereções



Em 2004, (muito) mais do que o normal em toda a minha vida anormal, eu me envolvi com política, pleito e afins. Em ordem descrescente de tamanho, por frescura, eis algumas humildes e inúteis observações de tudo:

- Horário eleitoral gratuito é, ao mesmo tempo, a coisa mais massa e a mais maçante do mundo. Explicando mió: é massa na vez dos vereadores e maçante na (vez da) rapa. Pura diversão e obrigação dois em um. Mas mesmo assim, se assistido com atenção e paciência - ok, muuuuuita paciência - o tal é o melhor jeito de separar o joio menos ruim do trigo mais podre antes de escolher pra quem dar/desperdiçar o voto.

- Deus faça que eu viva generalista e morra longe, mas muuuuuito longe mesmo, de ser um especialista. Amém. Gentes que só sabem de um tema e não se interessam a piece of cake por outros assuntos quaisquer (os banais, principalmente): tô fora.

- Com rarississississississississississímas exceções, eu não confio/e em pessoas que trabalham de terno e gravata. Ainda mais ternos e gravatas jacus.

- Bocas-livres de candidatos são farras boas demais. Bocas abertas deles são o que há de pior. God save beer!

- Definitivamente, eu não posso ouvir o termo "boca de urna" sem pensar bestagem.

- E o cordão dos puxa-sacos cada vez aumenta mais.

- Chega por hoje, ontem e sempre.

Até.

Postado por Nego Lee às 13:30

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





Dos Outros

(Mais precisamente, dela, Fabulosa E Inútil.)

Acme

Meninos são, em geral, resultado de uma mistura de anos e anos de desenhos animados e educação materna. Jogam um piano, um cofre e uma bigorna em você, mas abrem as portas, pedem desculpas, dão obrigados, além de, é claro, dizer sempre como o olho roxo está adorável essa noite.

Já as meninas, eu não faço idéia de como foram ficar assim... Um bando de Patolinas charmosas, talvez, mas em eterna temporada de pato.

Postado por Nego Lee às 13:26

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader




O MegaZona É Um Blog Feito À Quatro Mãos Por Nego Lee & William Wilson E O Melhor Site De 2005 Segundo Fernanda Takai (Pato Fu)!

Nosso Arquivo: Março 2004 · Abril 2004 · Maio 2004 · Junho 2004 · Julho 2004 · Agosto 2004 · Setembro 2004 · Outubro 2004 · Novembro 2004 · Dezembro 2004 · Janeiro 2005 · Fevereiro 2005 · Março 2005 · Abril 2005 · Maio 2005 · Junho 2005 · Julho 2005 · Agosto 2005 · Setembro 2005 · Outubro 2005 · Novembro 2005 · Dezembro 2005 · Janeiro 2006 · Fevereiro 2006 · Março 2006 · Abril 2006 · Maio 2006 · Junho 2006 · Julho 2006 · Agosto 2006 · Setembro 2006 · Outubro 2006 · Novembro 2006 · Dezembro 2006 · Janeiro 2007 · Fevereiro 2007 · Março 2007 · Abril 2007 · Maio 2007 · Junho 2007 · Julho 2007 · Agosto 2007 · Setembro 2007 · Outubro 2007 · Novembro 2007 · Dezembro 2007 · Fevereiro 2008 · Março 2008 · Abril 2008 · Maio 2008 · Junho 2008 · Julho 2008 · Agosto 2008 · Setembro 2008 · Outubro 2008 · Novembro 2008 · Dezembro 2008 · Janeiro 2009 · Fevereiro 2009 · Março 2009 · Abril 2009 · Maio 2009 · Junho 2009 · Julho 2009 · Agosto 2009 · Setembro 2009 · Outubro 2009 · Novembro 2009 · Dezembro 2009 · Janeiro 2010 · Fevereiro 2010 · Março 2010 · Abril 2010 · Maio 2010 · Setembro 2010 · Dezembro 2010 · Abril 2011 · Maio 2011 · Junho 2011 · Julho 2011 · Agosto 2011 · Setembro 2011 · Outubro 2011 · Março 2012 · Junho 2012 · Julho 2012 · Agosto 2012 · Setembro 2012 · Outubro 2012 · Novembro 2012 · Dezembro 2012 · Janeiro 2013 · Fevereiro 2013 · Março 2013 · Abril 2013 · Fevereiro 2014 ·

Nosso Twitter: @MegaZona

Ou Siga-nos Individualmente:

Follow @NeryJr

Follow @negolee

Nossos Blogs Favoritos: Meditabundas · Blog Da Corporação Fantástica · Liga Dos Blogues Cinematográficos + 665 - O Vizinho Da Besta · Ação E Divagação · Além Do Ponto · Anna Maron · Batata Quente · Catarro Verde · Cláudio Bettega Em Cena · Copy & Paste · De Língua · Epílogo · Filmes Do Chico · Fundo Da Banheira · Ilha De Siris · Insanidade Total · Mau Humor · Meninas De 30 · Nêga Do Leite · No Passeio · O Carapuceiro · O Negativo Queimado · Pensar Enlouquece, Pense Nisso · Perolada · Sad Fucking Song · Salón Comedor · Tá, E Daí · Trash · TudoJuntoMesmo · Uma Dama Não Comenta · Vai Trabalhar, Vagabundo