sexta-feira, abril 30, 2004


Oração Do Dia

"O porco só é nocivo a quem, em vez de comer-lhe a carne, come-lhe o espírito." (Max Nunes)

Postado por Nery Nader Jr às 15:58

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





(Adendo: Falta uma semana para começar a segunda edição do Curitiba Pop Festival. Aproveitando o assunto, eu aproveito também para encher lingüiça com este post meu sobre a primeira edição do evento, publicado originalmente aqui, em 2003, e ressucitado hoje, com uma ou outra atualização/explicação.)

*****

Balada Do Louco

Olha só o que eu consegui no fim de semana: um autógrafo do Sérgio Dias pro brógue, pedido e dado no meio do Curitiba Pop Festival*. Pra quem é mutanta e não sabe quem é o tal, o cara foi sócio-fundador e guitarrista dos Mutantes amém. Legal isso, né mes?



* No mais, o CPF tava estúpido de tão bom. Lembro dos shows monstruosos de Bidê Ou Balde, Faichecleres, Nação Zumbi e Breeders (com "Gigantic" incluída). Mas a música não importa tanto: o que vale é a farra. E esta foi gigantesca, a ponto de moer/doer o côco até hoje.

A aleluia do sábado deu as caras já na fila do CPF, com portões atrasando o abrir e, pra compensar, três litros de batida de garrafa de plástico Piratinha sendo ingeridos por três hombres na fila. Nery (mais conhecido como William Wilson), Carcamano e eu éramos o trio em questão (além da Carla que, meio vermelha, se juntou a nós). Lá fora ainda, vi a Angélica uma vez e não mais. Lá dentro, toda a Curitiba indie chegava aos poucos e começava a juntar os corpos na vã tentativa de espantar o frio lazarento de nove graus. O Woiski surgiu do nada trazendo a tiracolo uma penca de minas legais. A engraçadinha da Robs nem tchuns por lá. E isso era ainda (e apenas) o dia.

A noite veio trazendo mais gelo pra dentro dos copos e pra fora dos corpos. E mais fogo pra cima das caixas de som. Hoje eu li que um dos baitas shows do troço foi do Cachorro Grande, com porrada no palco e tudo. Droga. Eu sempre perco as partes mais legais. A esta hora, o WW já tinha se mandado pra casa de onibão, conforme eu chequei às cinco da manhã num telefonema dado pra ele ("quando eu me vi, já estava na cama"). O Carcamano havia sumido completamente, engolido, digamos, pela multidão. Até o Leleco já havia pintado na área com a noiva pra pogar um pouco conosco. E a engraçadinha da Robs nem tchuns por lá.

Eu, pretamente como é de costume, passei boa parte do tempo a levaire uma sova moral da minha mulher (que fechou o pau comigo porque me viu querendo compartilhar o mesmo com uma moça). Mas é tudo mentira. Assim como deve ter sido ilusão o grand finale da night, com as parideiras em ação nos abençoando com a já citada "Gigantic", a gostosa "Cannonball" e a delicada delícia "Driving At 9".

Ou seja: bela balada. Só não faço mais disso porque exige muito do corpinho (ainda estou sendo apresentado a músculos que eu desconhecia possuir). Exige nada. Quero mais. Valeu.

Postado por Nego Lee às 14:06

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





Micropoemedíocre



O homem, a mulher
A comida mal-digerida.
Noite dessas, um deles
Vai dormir em outra vida.

Postado por Nery Nader Jr às 11:15

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





Passe o mouse no nariz.

Postado por Nego Lee às 09:09

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





quinta-feira, abril 29, 2004


Dos Outros

Oportunidade De Negócios (Por Fata)

O mercado de blogs vai crescendo e a gente se vira como pode, né? Sou comentadora agora!!! Se o seu blog é abandonado, você vive implorando comentários, chegou a solução.

"Fatamorgana Comments Corporation"

Vou até seu blog e comento quantas vezes você desejar. Atenção para os pacotes:

- 10 comentários sem e-mail = R$ 10,00 mensais*
- 10 comentários com nomes e e-mails diferentes = R$ 15,00 mensais*
* Esse pacote não dá o direito d'eu ler os posts, eu comento como bem entender.
- 10 comentários com nomes e e-mails diferentes + a interpretação emocional do seu post = R$ 25,00 mensais

Esses comentários são diários em horários intercalados. Se você deseja um número maior de comentários, favor entrar em contato e solicitar orçamento.

Faço serviço também de comentarista clone: eu vou lá e comento no seu lugar incorporando sua personalidade. Esse serviço não entra em promoção porque requer muito da minha habilidade técnica imaginária sócio-psicológica.

Adquira também um CD exclusivo com 12.345 tipos de comentários diferentes por apenas R$ 232,00 à vista ou R$ 380,00 parcelados no cartão em 3x.

Escreva um comentário já e peça uma amostra de 2 comentários no seu blog. Na compra do kit completo você ganha um vidrinho de feromônio virtual para estimular as visitas em seu blog.

Clientes limitados.

Postado por Nego Lee às 11:13

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





Vamos Pedir Uma Pizza?

Postado por Nery Nader Jr às 09:41

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





quarta-feira, abril 28, 2004


Filme De Efeito



Nos créditos do trailer de "Van Helsing" o termo "Special Visual Effects and Animations by Industrial Light & Magic" vem por último, depois do nome do diretor.

Nada mais justo para um filme que é puro efeito especial, suponho.

Postado por Nery Nader Jr às 11:24

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





Definitivamente,...

... toda e qualquer bebida fica terrívi em copo de plástico.
... bocejar com a mão na boca não tem graça nenhuma.
... andar com roller blade no pé é um troço meio patético.
... fazer barba todos os dias é pior do que menstruação.
... a Monica Belucci é a mulher mais gostosa que já comi.
... é irritante quando jogador bate o escanteio curtinho.*



* Essa não é minha. É do Mário Prata, se não me engano.

Postado por Nego Lee às 09:38

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





terça-feira, abril 27, 2004


Plástica



Passei há pouco diante de uma clínica médica que estampava em sua fachada: "Dr. Tobinaldo Bacelício - Cirurgia Plástica".

Desculpa aí, Toby, mas me parece que o seu nome é que está precisando de uma cirurgia plástica.

Postado por Nery Nader Jr às 18:01

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





Procurando um logotipo?

Postado por Nego Lee às 16:03

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





segunda-feira, abril 26, 2004


"Kill Bill - Volume I" (Quentin Tarantino)



Sangue borbotante, muito sangue borbotante. Sonzeira maneira, muita sonzeira maneira. E cenas supimpas, cenas supimpas a rodo. É, Tarantino is back. E querer um pouco mais de diálogos legais/pop/surreais é realmente querer demais, ainda mais sabendo que teremos o Volume II. E depois, ninguém se mostra a fim de papo quando o papo é vingança.

A história, mesmo com montagem fragmentada, é tolinha. É história de vendetta como tantas. Imagino que, para o desenlace, algumas surpresas estão reservadas. Por enquanto, ficamos com os quebra-paus memoráveis que Tarantino revitaliza esbanjando a mão na direção e lançando mão de uma trilha irrepreensível e cantarolante; de atores que conseguem ir além do esforço físico; e de uma concepção visual única, inclusive com seqüências inteiras em anime, violentas como eu nunca vi num anime.

Ou seja, faz um bem danado ver um filme assim. Pena que, depois de sermos, segundo o próprio site do filme, o último país do mundo a ver "Kill Bill - Volume I", provavelmente seremos os últimos a ver o Volume II também, já que este só estréia por aqui em outubro, enquanto lá fora ele já arrebenta há duas semanas.

Adendo: eu sei que "Kill Bill" inunda a tela de referências, humor e sangue, enfileirando cenas antológicas. Mas ouso dizer que a melhor piada é simplesmente a citação que abre o filme.

Postado por Nery Nader Jr às 18:27

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





Aviso

Por motivos óbvios como falta de tempo e inspiração, não há nenhuma chance de eu postar algo hoje neste blog.

Ih, postei.

Postado por Nego Lee às 18:11

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





sexta-feira, abril 23, 2004


Frases Roubadas De Conversas Alheias (Com NT* E Tudo)



"Aí eu falei assim: não vou brigar com você no pátio da escola do meu filho. Quer resolver isso? Vamos lá fora."
NT: Eu sempre pensei que os alunos é que diziam isso, não os pais.

"Neste álbum tem fotos do meu ex-namorado. Cara, ele era muito feio. Mas sabe como é, a gente só percebe o quanto um namorado é feio depois de terminar com ele."
NT: O amor é cego? Ou será que o que rolou foi um "enfeiamento" pós-pé-na-bunda?

"Ela engordou tudo aquilo por culpa da depressão."
NT: Ah bom, então eu devo estar meio deprimido ultimamente.

"Eu faço uma feijoada que vocês não acreditam. Dia 15 de julho, meu aniversário, a gente poderia marcar uma."
NT: Onde já se viu marcar feijoada com tanta antecedência? Feijoada você marca assim: Que tal amanhã? Beleza? Então tá marcado.

"Um bom dia de trabalho pra você."
NT: Frase conflitante. Existe "bom dia" e "dia de trabalho", mas nunca os dois juntos na mesma frase.

"Os homens têm mais facilidade em dar o rabo porque este é o único buraco que eles têm lá embaixo pra liberar".
NT: Meu deus! Meu deus! Meu deus!

*NT = Nota do Transcritor.

Postado por Nery Nader Jr às 14:35

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





Teste sua sexualidade (!).

Postado por Nego Lee às 11:24

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





Eu Acredito Em Duendes



Confira aqui o primeiro show da volta do(s) Pixies, em 13/4/04, no Fine Line Music Cafe, Minneapolis. Di-li-ça.

Dica do Para Te Comer Melhor. Valeu, Carol. : )

Postado por Nego Lee às 11:09

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





Oração Do Dia

"Klaatu Barada Nikto." (Helen Benson, em "O Dia Em Que A Terra Parou")

Postado por Nery Nader Jr às 10:18

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





quinta-feira, abril 22, 2004


Ai Meu Deus



A diarista lá de casa solta um "ai meu deus" a cada 5 ou 6 minutos. Se Deus realmente ouve cada "ai meu deus" dito, Ele já deve estar de saco cheio. Eu estou.

Postado por Nery Nader Jr às 10:25

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





Vida, Louca Vida



"(...) Os homens de hoje são forçados a pensar e a executar, em um minuto, o que seus avós pensavam e executavam em uma hora. A vida moderna é feita de relâmpagos no cérebro, e de rufos de febre no sangue. O livro está morrendo, justamente porque já pouca gente pode consagrar um dia todo, ou ainda uma hora toda, à leitura de cem páginas impressas sobre o mesmo assunto".

(Trecho de uma crônica sobre as novas tecnologias publicada em 1904, por Olavo Bilac, na edição número 1 da revista Kosmos. Texto encontrado no "Guia dos Curiosos: Língua Portuguesa" - Marcelo Duarte - 2003.)

E eu pergunto: e agora, 100 anos depois?

Postado por Nego Lee às 09:45

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





terça-feira, abril 20, 2004


Educação Sexual



Clique nos linques para mini-lições sobre:

- Zonas Erógenas;
- Beijo Francês;
- Peitos;
- Fellatio;
- Cunnilingus;
- Ejaculação;
- Sêmen;
- Contracepção.

Postado por Nery Nader Jr às 18:00

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





Only Shit!

(Ou "Falando Merda" ou "Filosofia De Banheiro" ou "Porque A Escatologia É Um Direito De Todo Mundo".)



(...) Vou morrer de hemorróida: só leio quando cago; só cago quando leio.
(...) O clima em casa estava tão pesado que até o cocô afundou na privada.
(...) Cagando e andando, evacuando e caminhando: tudo a mesma merda!
(...) Já notou que um esgoto despejando no rio parece um cu com diarréia?
(...) Sabe como aquele cagão batizou a sua agência de turismo? EsfincTur.
(...) E quando alguém berra "evacuar o local", é porque deu alguma cagada.
(...) É como se dizia: "Eu não vou almoçar: vou alimentar o meu bolo fecal".

Que noja.

Postado por Nego Lee às 17:28

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





A Lesma - Um Conto Repugnante



Sorriu por trágicos instantes e abraçou a lesma. Sentiu-se enojado e vomitou o almoço, mal-digerido, mas não desapertou o abraço.

Precisava manter-se assim por mais alguns segundos para então beijar a lesma, num beijo repugnante. A lesma se debatia, mas ele segurava firme e trancava a respiração para não sentir o mal-cheiro do seu vômito sobre as roupas.

Tomou fôlego e beijou o bicho feio. Só mesmo por amor para tanto. E então a lesma voltou a ser a bela princesa que ele tanto amava. O feitiço se quebrou e eles foram felizes até a separação litigiosa.

Moral da História: Eca!

Postado por Nery Nader Jr às 16:01

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





Quem nasceu com você?

Postado por Nego Lee às 09:54

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





segunda-feira, abril 19, 2004


Corrente Pra Frente II (Quem Mandou Esse Blog Ter Dois Autores?)



1. Pegue o livro mais próximo de você;
2. Abra o livro na página 23;
3. Ache a quinta frase;
4. Poste o texto em seu blog junto com estas instruções.

Eis a frase do meu livro:

"Mas, sob a superfície das imensas massas de agitado vapor, bem como sobre todos os objetos terrenos que nos cercavam, resplandecia uma claridade sobrenatural, uma emanação gasosa que pairava sobre a casa e a envolvia numa mortalha luminosa e bem visível."

O livro é "Histórias Extraordinárias" do Poe (ainda bem que tinha um livro bão na minha gaveta). E ganha um doce quem acertar o nome do conto em questão.

Postado por Nery Nader Jr às 10:26

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





Corrente Pra Frente



1. Pegue o livro mais próximo de você;
2. Abra o livro na página 23;
3. Ache a quinta frase;
4. Poste o texto em seu blog junto com estas instruções.

Postando...

"Uno pensaría que con pedir disculpas alcanza." (N.R.: Da versão em espanhol do bão livro "The Copy Book").

E é isso. : )

Corrente achada na Casa No Mato, que achou em outro(s) lugare(s), que achou/acharam em outros e por aí vai.

Postado por Nego Lee às 09:45

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





sexta-feira, abril 16, 2004


História De Amor Sem Sexo



Era noite. Uma coruja fazia uh-uh, como só uma coruja pode fazer (aliás, o que é o que é que uma coruja tem que nenhum outro animal tem?). O vento uivava uhh e se confundia com o uh-uh da coruja. E Húbio, que tem o nome parecido com o uhh do vento e o uh-uh da coruja, cavalgava pelo bosque, com frio, fome, sede e sono. Vê então uma estalagem e decide se alimentar, se embebedar e se dormir.

Na taverna, encontra vários barbudos bebendo cerveja. Ao pedir um chops e dois pastel, depara-se com a mais bela jovem que já vira em paragens como aquela. Tinha os cabelos negros, os olhos verdes e os seios fartos a quase saltar do decote. Quase, pois como o título já revelou, esta é uma história de amor sem sexo.

Húbio, que tinha esse nome feio mas não era burro, começou a conversar com a bela moça que servia cerveja sem deixar nenhum bêbado passar a mão. Nenhum. Papo vai, papo vem e Húbio descobre que não há vaga na estalagem. Com um choro falso e ridículo, consegue convencer Núbia (o nome dela era esse aí [Húbio descobrira no meio do papo]) a deixá-lo dormir junto com ela, na mesma cama.

Sobem para o quarto. Deitam. Beijam-se. Mas quando Núbia tenta algo mais, Húbio grita:

- Não! Você é uma gostosa, Núbia. Uma dilíça, mesmo. E eu, eu estou apaixonado por você. Te amo mesmo. E adoraria continuar, mas esta é uma história de amor SEM sexo!

Núbia atira Húbio pela janela aos gritos de bicha, frouxo e maricas. Húbio amaldiçoa o autor desta história e sai em trote lento, montado em seu corcel (cavalo para os mais burros), sentindo o vento que faz uhh e ouvindo a coruja que faz uh-uh.

Resposta do “o que é o que é”: Corujinhas.

Postado por Nery Nader Jr às 11:10

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





Me Explica



Curry? House? Mama? Japonesa?

Postado por Nery Nader Jr às 09:55

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





A galinha subserviente.

Postado por Nego Lee às 00:17

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





From Hellman's



Não sei como seria um almoço no inferno.

Não sei se eu sentaria ao lado do banheiro, se a mesa seria bamba, se a cadeira estaria com as pernas pra cima.

Não sei se o cozinheiro tuberculoso tossiria na comida ao preparar a entrada, se o garçom leproso depositaria o dedo dentro da sopa, se o maitrê carioca mestre de jiu-jitsu revidaria a minha reclamação.

Não sei se o aperitivo seria cozido em lavas incadescentes, se a sobremesa usaria restos de suicidas, se a bebida viria das profundezas das fossas abissais.

Não sei se o local se chamaria "Hot Point", "Estrela da Manhã" ou "Lucifer's".

Não sei de nada. Só sei que, embaixo dos pratos, com certeza, haveria jogos americanos.

Americanos... Inferno... Entendeu? Não?!

Pô.

Postado por Nego Lee às 00:15

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





quinta-feira, abril 15, 2004


Top Five Regressivo Dos Melhores Bordões De Super-Heróis



Bordões, gritos de guerra, chavões, tiradas impagáveis, frases de efeito. Super-heróis dos quadrinhos e dos desenhos animados adoram martelar suas pequenas pérolas em nossas desavisadas cabeças. Agora chegou a hora de listar as melhores frases feitas. Como este é um reduzido Top Five de Cinco, muitas ficaram de fora. Mas é pra isso que existem os comentários.

Eis as minhas escolhidas:

5. "No dia mais claro, na noite mais densa, o mal sucumbirá ante a minha presença" - Pomposa e empolada, longa e rimadinha. A frase que o Lanterna Verde usa na hora de recarregar o seu anel é tudo isso, mas gruda como carrapato na memória, então merece o quinto lugar.

4. "E vamos nós!" - Assim seguiam para combater o mal, destemidos e inabaláveis em suas convicções morais, Os Impossíveis.

3. "Tá na hora do pau!" - O sobrinho favorito da tia Petúnia bota pra quebrar com essa frase, enquanto o restante do Quarteto Fantástico corre atrás. O filme do grupo deve chegar aos cinemas em 2005, e se esta frase não estiver na boca do Coisa, o bicho vai pegar.

2. "Para o alto e avante!" - O escoteiro azulão tem quase nada de bão, mas o seu bordão é legal e very pop porreta.

1. "Super-Gêmeos Ativar!" - Esse é o the best e ninguém tasca. Ridículo como bem cabe a uma dupla ridícula com poderes ridículos, uniformes ridículos e um ajudante ridículo.

Postado por Nery Nader Jr às 11:33

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





The Kids Are Alright



Da JukeBox do Jardel Sebba: "O jornal inglês Guardian aproveitou a onda do filme 'Escola de Rock' e fez uma matéria antológica. Juntou seis crianças, de seis e sete anos de idade, e submeteu alguns clássicos do rock à avaliação delas. Quando foi a vez de 'Immigrant Song', do Led Zeppelin, algumas verdades, como só as crianças podem revelar, vieram à tona. Holly, de sete anos, resumiu: 'Isso não é cantar, é gritar'. Ben, de seis, perguntou: 'Ele está chateado?'. E Sophie, também de seis, encerrou a discussão: 'É uma bruxa cantando'.".

Do Alexandre do MegaZona: Ge-ni-al.

Postado por Nego Lee às 00:02

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





quarta-feira, abril 14, 2004


Screaming Jesus Clock.

Postado por Nery Nader Jr às 15:17

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





Oração Do Dia

"Aqueles que gastam mal o seu tempo são os primeiros a queixar-se da sua brevidade." (Jean De La Bruyère)

Postado por Nego Lee às 10:53

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





terça-feira, abril 13, 2004


Agradecimentos



Quase toda obra, seja ela livro, filme, gibi ou cd, exibe em algum canto os tradicionais agradecimentos. No belo álbum em quadrinhos intitulado "Marvels", de 1993, não foi diferente. Diferente mesmo foi o "agradecimento" de um dos autores da obra, o desenhista Alex Ross:

"Eu não gostaria de agradecer a ninguém porque todos estavam contra mim."

Postado por Nery Nader Jr às 10:19

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





Cuidado: gases tóxicos.

Postado por Nego Lee às 00:05

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





segunda-feira, abril 12, 2004


Post Pascha



Ontem, durante o tradicional e familiar almoço pascal, me pus meditabundo diante da mesa posta.

Ponderei sobre a também tradicional ceia de virada de ano, repleta de símbolos e limitações: nada de comer aves, que ciscam para trás, mas sim carnes de animais que seguem em frente, tipo porcos e peixes, garantindo assim prosperidade no ano vindouro, nem que seja dentro d'água ou na lama.

Entretanto, na Páscoa, os símbolos de fertilidade e reprodução não nos seguem à mesa. Senão o certo não seria nos deliciarmos com um bom guisado de coelho?

Postado por Nery Nader Jr às 11:53

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader







Postado por Nego Lee às 10:23

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





quinta-feira, abril 08, 2004


Piada (?) Velha (De Novo)



Lembra disso? O que é um ponto de tal cor assim, o que é um ponto de tal cor assado? Encontrei outras aqui. Sabe mais? Comentaí.

E uma Feliz Páscoa. ; )

Postado por Nego Lee às 17:38

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





"A Companhia Dos Lobos" (Neil Jordan)

Outra dica de filme velho (e desconhecidão) pro seu fim de semana prolongadão.



No milênio passado eu já tinha visto este filme, mas lembrava pouco ou quase nada dele. Na verdade, acho que só sua aura mítica permanecia forte no meu subconsciente. Forte o suficiente para me fazer comprar o DVD, gastando míseros R$ 9,99 (ponto para as Lojas Americanas, que vêm lançando DVDs de ótimos filmes B por preços bem acessíveis).

Não tenho dúvidas de que "A Companhia Dos Lobos" foi o primeiro trabalho do Neil Jordan que eu vi, mesmo sem saber quem era Neil Jordan. Acho até que peguei a fita pensando tratar-se de um filminho de terror mais ou menos convencional. Não era.

Só depois vieram outros tantos filmes do mesmo diretor, me capacitando a admirar o seu trabalho, desde o "Anjo Assassino" até "Entrevista Com Vampiro", passando por "Traídos Pelo Desejo" e pelo sensacional "À Procura Do Destino".

"A Companhia Dos Lobos" eu considero hoje um dos melhores trabalhos de Jordan. Um verdadeiro conto de fadas para adultos, capaz de recriar o mito de Chapeuzinho Vermelho, misturando-o a lobisomens, bruxas e um sem-número de simbolismos complexos, muitos dos quais eu simplesmente não entendo, enquanto outros parecem que foram absorvidos pelo meu organismo por pura por osmose. Nada no filme parece ter sido inserido por acaso nas cenas, desde os brinquedos, o espelho, o batom, os animais (sapos, corvos, coelhos, cobras, aranhas e lobos, claro), até a casa, o poço, os carros, o fogo e a cor vermelha. Aliás, há tempos que eu não via um filme e revia-o logo em seguida, tentando captar um pouco mais das analogias, metáforas e simbologias.

A história é curiosa, misturando sonho e realidade, desejo e fantasia. Os cenários são incríveis, sempre povoados por uma bruma que parece suspensa a poucos metros do chão - bruma essa diferente de todas as brumas de todos os outros filmes de terror. Os lentos travellings laterais criam a sensação de que algo está sempre à espreita na floresta.

Os atores, todos ótimos, matam a pau. Stephen Rea, ator que eu acho que deve estar em todos os filmes do Jordan, surge virando lobisomem na primeira história contada pela vovó. Aliás, a vovó é interpretada pela genial Angela Lansbury, atriz capaz de mesclar numa mesma personagem muita candura e uma alta dose de suspense e mistério. Temos ainda a estreante Sarah Patterson como a protagonista Rosaleen, que surge às vezes quase criança, às vezes quase mulher. E temos também a participação relâmpago (e não creditada) de Terence Stamp como o diabo em pessoa (aliás, numa seqüência maravilhosa).

Os poucos defeitos do filme ficam por culpa do tempo. Do tempo em que o filme foi feito. É que algumas cenas-chave valem-se de efeitos especiais que talvez fossem inovadores na época, mas que agora soam datados demais, criando um clima meio trash. Mas nada que prejudique radicalmente o resultado final que é realmente assustador.

Postado por Nery Nader Jr às 17:22

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





Favoritos

Leitura (diária) obrigatória: o "garimpo de pepitas e piritas cotidianas nos blogs brasileiros" do Copy & Paste.

Postado por Nego Lee às 11:34

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





Banho E Tosa IV



Já se tornou uma tradição megazoniana os posts sobre a aparência medonha do meu cabelo quando comprido. Desta feita, não vou nem falar da forma grotesca que ele aparentava até ontem, mas de um fato ocorrido hoje cedo, quando eu estava sentado, e praticamente imobilizado, na cadeira do tosador.

Eis que, enquanto via minhas madeixas caindo e cobrindo o chão, dois véios caquéticos sentaram-se no banco de espera. Supus que ambos iriam fazer a barba, valendo-se de navalhas e toalhas quentes - drogas que só mesmo em barbearia para se conseguir hoje em dia.

Mas não. Os dois deviam fazer parte do Comitê de Averiguação e Controle dos Cortes de Cabelo, porque não tiravam os olhos da tesoura, do pente e, conseqüentemente, do meu cabelo. E eu lá, sentado, e vendo tudo pelo espelhão gigante à minha frente. De tempos em tempos os dois cochichavam alguma coisa, como que para dividir opiniões sobre os deslizes cometidos pelo profissional diante deles. Às vezes soltavam uma risadinha, daquelas que parecem dizer "essa tesourada não foi muito feliz". Só ficaram faltando mesmo aquelas plaquinhas de pontuação, levantadas ao final pelos Anciões do Templo do Cabelo Bem-Cortado.

Por falar em final, quando meu corte estava quase lá, a cabeleireira do lado chamou um dos velhinhos félasdaputa, que sentou-se cheio de explicações do tipo corte assim não corte assado.

Quase nem vi o resultado final na minha juba. O que eu queria mesmo era sentar diante do velho sarna, olhar bem olhado pras tesouradas da mulher, e soltar uns "ih!" de quando em quando.

Pena que eu já estava atrasado pro trabalho.

Postado por Nery Nader Jr às 09:41

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





quarta-feira, abril 07, 2004


Diz Aí, Mano!

"Dragão - O Ninja Kickboxer" (Um Filme Que Você Já Viu Mesmo Sem Nunca Ter Visto)



Mataram sua família, seqüestraram sua namorada, roubaram seus discos do Bob Marley, descobriram que ele brincou de casinha quando era criança e colocaram cebola no seu cachorro-quente...

Agora ele é um homem frio, sem destino, sem passado nem futuro, que só sabe que no final vai apanhar pra cacete, mas que depois vai bater.

Dragão pega um navio em um porto qualquer dos EUA e vai parar em uma ilha qualquer, como em todos os filmes desse gênero. Já na chegada, é atacado por vários outros ninjas.

Dragão apanha pra caralho, mas não se incomoda, pois se tem uma coisa que ele sabe é que no final vai bater.

Após aquela estafante luta, Dragão vai parar numa daquelas espeluncas que sempre tem nessas histórias de bosta, e encontra uma gata linda e maravilhosa chamada Sho-Sho-Ta - que ninguém entende como foi dar bola para um japonês tão ridículo.

Sho-Sho-Ta apaixona-se por Dragão, o fodão, e diz que quer fugir com ele. Nosso herói fica superindeciso, tem uma crise de identidade, procura um analista, visita uma vidente, até que Sho-Sho-Ta diz:

- Ou caga ou sai da moita.

Dragão sai da moita, pois alguém lhe disse que ele tem de lutar com Serpente, o grande mestre ninja kickboxer, que possui um flat na ilha.

Dragão encontra-se com Serpente no alto da montanha mais alta da ilha sem graça, apanha pra caralho, mas depois bate e sente-se um completo idiota por ter apanhado bem mais do que batido e por ter perdido Sho-Sho-Ta para seu arqui-rival, Fu-Di-Dão, que não foi citado até agora por ser insiginificante.

Agora Dragão viaja como um idiota pelo mundo tentando encontrar seu grande amor e também seu cãozinho Tição, com quem dizem que ele teve suas primeiras experiências sexuais - o que eu particularmente acho uma maldade.

(Texto assinado por Ronald D. LeBay, que tem esse pseudônimo nem me lembro mais porque, e que por acaso é meu irmão.)

Postado por Nery Nader Jr às 10:48

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





Besame Mucho



Do Weblog do Pedro Doria: "O Clarín da Argentina fala da geração S - de sexo. As argentinas (e seus companheiros) perdem a virgindade aos 15 anos e celebram a terceira revolução sexual: a primeira, a pílula; a segunda, o amor livre; agora, política. (...) E sim: 40% dos argentinos entre 15 e 20 já estiveram à cama com gente que conheceram na Internet - muitas vezes através de blogs. Ora, pois.".

Do Alexandre do MegaZona: Uia.

Postado por Nego Lee às 10:09

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





terça-feira, abril 06, 2004


Telegrafices



Mais um dia sem computador. Saco! Nunca vi upegreidezinho mais enrolado do que este aqui da "firma". Daqui a pouco todo mundo vai perceber que eu só estou conseguindo postar telegrafices. Quer dizer, isso quando eu consigo blogar.

Postado por Nery Nader Jr às 17:06

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





Digite e mate as letras.

Postado por Nego Lee às 10:06

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





segunda-feira, abril 05, 2004


Feiúra Ambulante



Sabe aquelas station wagons brancas com madeira de mentirinha nas laterais? Aquelas que a gente vê em todo filme americano "familiar"?

Pois então, hoje eu vi uma dessas no trânsito.

E, bem, ela consegue ser ainda mais feia do que nos filmes.

Postado por Nery Nader Jr às 14:23

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





Ô, Psit!



Sugestões de racismo, pitadas de sexismo, doses de alcoolismo, nuances de capitalismo, introdução ao erotismo.

Isso era Os Trapalhões.

E nada disso fazia d'Os Trapalhões algo ruim ou pernicioso à petizada. Pelo contrário. O quarteto era genial no seu intento e tão inofensivo quanto Tom & Jerry. E nem mesmo à fase final do conjunto, quando o programa televisivo já havia desandado e a produção cinematográfica dos caras não paria mais nenhum arrasa-quarteirão, Didi, Dedé, Mussum e Zacarias ainda arracavam velhas e boas gargalhadas.

Mas o que me fez/faz ressucitar este assunto? Um VHS assistido ontem com a minha filha: "O Casamento dos Trapalhões". O filme, em si, é fraquinho, meia boca mesmo, frames-luz de obras-primas como "Os Saltimbancos Trapalhões", "Cangaceiro Trapalhão" e (o canto do cisne de uma fase áurea, parido no famoso 1984 e poucos anos antes de Xuxas e afins se meterem na história) "Os Trapalhões e o Mágico de Oróz". Mas, mesmo assim, esbanja momentos deliciosos e prova que os caras mandavam muito bem.

Esqueça a participação especial de Gugu Liberato e seus comes do Dominó, os pré-históricos merchandisings do iogurte Dan'Up e da gelatina Royal (com o Bocão e tudo) e a canhestra técnica da película, absurdamente deslizante na montagem, fotografia ou continuidade.

Prefira a argumentação absurda do todo, a participação da coadjuvante ninfeta (eba!) Luciana Vendramini e, principalmente, as caras e bocas d'Os Trapalhões. Cuma? As caras e bocas d'Os Trapalhões, ué: Zacarias rebolando e virando os olhinhos a cada perda da peruca; Mussum choramingando a destruição do alambique; Dedé dando gritinhos a cada sacanagem sofrida; e, amém, Didi soltando bobagens pueris e fazendo nossos dentes surgirem até mesmo quando ele cai de bunda no chão na hora em que alguém lhe puxa a cadeira. Sem falar dos coletivos (e pioneiros) erros de gravação mostrados nos créditos finais.

Em suma, supimpa. Os nossos Três (+ 1) Patetas eram o máximo.

E é isso.

Som na caixa, mané!

Postado por Nego Lee às 10:59

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





sexta-feira, abril 02, 2004


Seinfeld and Superman?!

Postado por Nego Lee às 09:23

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





Mini-Ministória



Uma formiguinha encontra outra dentro do formigueiro:

"Que bom encontrar você aqui. Sabe o que eu estava pensando? Na insignificância da gente perante o universo. Sério. Às vezes nós nos achamos muito importantes, indispensáveis ao ciclo da vida, com um papel crucial no desenvolvimento da natureza, mas, na realidade, não passamos de pequenas partículas móveis neste conjunto harmonioso e de dimensões estratosféricas que é o sistema como um todo. Surpreendente, não?"

Ninguém respondeu. Nem mesmo a outra formiguinha do início da conversa, que há algum tempo já tinha prosseguido o seu caminho e a essa altura estava longe dali, misturada a todas as outras, ocupada com a sua tarefa de carregar folhinhas.

Postado por Nego Lee às 09:19

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





quinta-feira, abril 01, 2004


Oração Do Dia

"O cérebro é o meu segundo órgão favorito." (Woody Allen)

Postado por Nery Nader Jr às 16:20

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader





P(h)o(n)eminha



Falar é fácil
Fazer é foda
O que eu não faço
Pra ver te afoita?
Fuço tão fundo
Finco à fração
Furunfo mudo
A felação
Furo bem firme
Firo mais forte
Sinto a ti e findo
Farto-me aos montes
Ah...
O que eu não faço
Pra ti
Se desfazer
Por mim
Até o fim?
Faço tudo
Faço sim

Fim

Postado por Nego Lee às 10:07

Follow @MegaZona

 Subscribe in a reader




O MegaZona É Um Blog Feito À Quatro Mãos Por Nego Lee & William Wilson E O Melhor Site De 2005 Segundo Fernanda Takai (Pato Fu)!

Nosso Arquivo: Março 2004 · Abril 2004 · Maio 2004 · Junho 2004 · Julho 2004 · Agosto 2004 · Setembro 2004 · Outubro 2004 · Novembro 2004 · Dezembro 2004 · Janeiro 2005 · Fevereiro 2005 · Março 2005 · Abril 2005 · Maio 2005 · Junho 2005 · Julho 2005 · Agosto 2005 · Setembro 2005 · Outubro 2005 · Novembro 2005 · Dezembro 2005 · Janeiro 2006 · Fevereiro 2006 · Março 2006 · Abril 2006 · Maio 2006 · Junho 2006 · Julho 2006 · Agosto 2006 · Setembro 2006 · Outubro 2006 · Novembro 2006 · Dezembro 2006 · Janeiro 2007 · Fevereiro 2007 · Março 2007 · Abril 2007 · Maio 2007 · Junho 2007 · Julho 2007 · Agosto 2007 · Setembro 2007 · Outubro 2007 · Novembro 2007 · Dezembro 2007 · Fevereiro 2008 · Março 2008 · Abril 2008 · Maio 2008 · Junho 2008 · Julho 2008 · Agosto 2008 · Setembro 2008 · Outubro 2008 · Novembro 2008 · Dezembro 2008 · Janeiro 2009 · Fevereiro 2009 · Março 2009 · Abril 2009 · Maio 2009 · Junho 2009 · Julho 2009 · Agosto 2009 · Setembro 2009 · Outubro 2009 · Novembro 2009 · Dezembro 2009 · Janeiro 2010 · Fevereiro 2010 · Março 2010 · Abril 2010 · Maio 2010 · Setembro 2010 · Dezembro 2010 · Abril 2011 · Maio 2011 · Junho 2011 · Julho 2011 · Agosto 2011 · Setembro 2011 · Outubro 2011 · Março 2012 · Junho 2012 · Julho 2012 · Agosto 2012 · Setembro 2012 · Outubro 2012 · Novembro 2012 · Dezembro 2012 · Janeiro 2013 · Fevereiro 2013 · Março 2013 · Abril 2013 · Fevereiro 2014 ·

Nosso Twitter: @MegaZona

Ou Siga-nos Individualmente:

Follow @NeryJr

Follow @negolee

Nossos Blogs Favoritos: Meditabundas · Blog Da Corporação Fantástica · Liga Dos Blogues Cinematográficos + 665 - O Vizinho Da Besta · Ação E Divagação · Além Do Ponto · Anna Maron · Batata Quente · Catarro Verde · Cláudio Bettega Em Cena · Copy & Paste · De Língua · Epílogo · Filmes Do Chico · Fundo Da Banheira · Ilha De Siris · Insanidade Total · Mau Humor · Meninas De 30 · Nêga Do Leite · No Passeio · O Carapuceiro · O Negativo Queimado · Pensar Enlouquece, Pense Nisso · Perolada · Sad Fucking Song · Salón Comedor · Tá, E Daí · Trash · TudoJuntoMesmo · Uma Dama Não Comenta · Vai Trabalhar, Vagabundo